quarta-feira, 22 de abril de 2015

Viva o Tiradentes !!!!

Hoje, 22 Abr , um dia após a data magna destinada a Nação, inclusive com feriado nacional,  para agradecer  ao  Mártir da Independência Brasileira, Joaquim José da Silva Xavier, por sua postura de herói,  por ocasião da Inconfidência Mineira, movimento  que deu origem ao amalgamento do sentimento cívico nacional,  que anos pós desembocaria  em nossa Independência , venho por questão de justiça, abordar o tema sob viés corporativo (sadio).

É que, não é de hoje, mas enfocarei apena o dia de ontem , após observar atentamente todas as matérias subsidiarias, (tendo em vista que a principal, que seria a homenagem das Policias Militares , de quem é o Patrono, não mais tem lugar em nosso Estado), produzidas pelos Órgãos de Comunicação Social, os quais enquadravam a figura de Tiradentes como possuidor de varias profissões e executor de não menos cabedal pleno de  varias atividades , inclusive a de revolucionário, não encontrei uma única menção a sua profissão principal.

Sim,  senhores, de  fato Tiradentes era um dinâmico desempenhador de inúmeros papeis ( hoje, talvez se denominassem "bicos"), os quais exercia com regularidade, quais sejam: Odontólogo Prático; Guia e Segurança de Comboios  de Tropa, normalmente no Caminho Real de Minas Gerais para o Estado do Rio de Janeiro  e a Corte; Pratico de Farmácia;  Minerador; Revolucionário Ativo; Destruidor de Corações; Cliente Assíduo dos Escritórios de Agiotagem da Época),  etc...

Mas sua efetiva e oficial profissão era PPPPMMMM. Sim, porque, Tiradentes  era Alferes ( hoje seria Aspirante/ Praça Especial) da Gloriosa Cavalaria de Milícia ( a época , milícia não tinha conceito pejorativo ) de Minas Gerais, portanto a hoje  Policia  Militar do Estado de Minas Gerais. E portanto, repetindo,  Tiradentes era ASPIRANTE da POLICIA MILITAR do ESTADO de MINAS GERAIS.



Fundamental ratificar : Joaquim José da Silva Xavier, Herói Nacional, Patrono Cívico da Nação Brasileira, Patrono de todas as Policias Militares e Civis do Brasil, Líder Inconteste, e por isso enforcado, esquartejado, salgado ( não só seu corpo, como seu terreno, sua casa e a de todos seus familiares, tendo ainda seus restos mortais - braços, pernas, ombros, pés, cabeça,  estaqueados e submetidos a  mostra pública até que apodrecessem e/ou   devorados fossem pelos abutres), do Movimento de Libertação Nacional, denominado historicamente Inconfidência Mineira, era PM. Sim, embora , conforme Autos da Devassa, Tiradentes fosse um " homem bronco, feio, assustado", mas era PM, e ESTE TROFÉU HISTORICO NENHUMA PM DO BRASIL TEM O DIREITO DE ABRIR MÃO.

Aliás, não é de hoje que os vultos históricos da PM são apagados,  dolosamente ou não, da consciência do povo brasileiro. Para finalizar cito a seguir alguns Policiais Militares que gravaram seus nomes na historia nacional:

. Presidente Juscelino Kubitschek. Era Coronel  PM Médico  da PM  de Minas;

. Sargento Max Wolff, Herói da Infantaria Brasileira na 2ª Guerra Mundial ( Itália) e Patrono da ESA ( Escola de Sargentos das Armas ) do Exercito Brasileiro. Era 3º Sargento PM da Policia Militar do Distrito Federal, comissionado 2 º Sgt do Exercito por ocasião da 2 ª Guerra;

. Álvaro Lazarine, Desembargador por São Paulo e respeitado Catedrático de Direito a nível Nacional. Era Oficial da PM de São Paulo;

.Walter Peracchi Barcelos, Ministro do Trabalho e Governador do Estado do Rio Grande do Sul. Era Coronel da PM do RGS;

. Miguel Alberto Crispim Rodrigo da Costa, um dos lideres da Coluna Prestes, e posteriormente promovido a  General de Brigada por sua participação na Revolução de 30. Era Oficial Superior da Força Publica de São Paulo, uma das organizações que deram origem a Policia Militar  daquele Estado..

E outros, e outros.

PS- Hoje, tenho minhas dúvidas se a brutal pena acessória sobre Tiradentes não o teria sido pelo fato, não dele ser um revolucionário, mas sim, por ser um PM.....





Nenhum comentário:

Postar um comentário